10/01/2007

O CUSTO DO CRESCIMENTO

Os objetivos ambientais chineses de 2006 de redução do consumo de energia e de emissão de gases poluentes não foram atingidos, segundo reconheceu a Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento da China, principal órgão econômico do país.
A comissão tinha assumido o objetivo de reduzir o consumo de energia em 4% por cada unidade de PIB (Produto Interno Bruto) e as emissões de gases poluentes em 2%. Mas só Pequim e outras cinco áreas cumpriram a meta (Folha S. Paulo - 10/01).
Enquanto isso aqui no Brasil o governo procura favorcer o crescimento sem levar em consideração as questões ambientais.

0 Commente:

Postar um comentário

links to post:

Criar um link

<< Home

  • XINGU